Maricá 208 anos

Federação só aceitará juízes órfãos para evitar constrangimento às mães

A decisão foi tomada para acabar com o constrangimento das mães (FOTO: Torcedor revoldado)
A decisão foi tomada para acabar com o constrangimento das mães (FOTO: Torcedor revoldado)

Em uma reunião geral da Federação responsável pela seleção dos juízes de futebol, foi decidido por unanimidade um requisito à seleção dos juízes brasileiros. O projeto visa selecionar árbitros órfãos e árbitros que perderam suas respectivas mães quando criança. O objetivo é acabar com o constrangimento sofrido por essas famílias ao longo dos campeonatos. Em nota a Federação afirmou que por rodada, recebe em média 500 e-mails com reclamações de mães de árbitros, dizendo ser vítima de preconceito. Entramos em contato com a mãe de um juiz ativo no Campeonato Brasileiro e, segundo ela as ameaças são constante e conta que quase foi agredida na rua. O projeto será iniciado junto ao Campeonato Brasileiro e contará com seguranças altamente treinados para proteger as famílias atingidas.