Maricá 208 anos

Após punir o Corinthians, STJD esclarece método de punições: “Estamos sem demanda aqui”

O presidente do STJD cogitou sair do mundo futebolístico e voltar ao RPG. FOTO: Mário Bittencourt
O presidente do STJD cogitou sair do mundo futebolístico e voltar ao RPG.
FOTO: Mário Bittencourt

Hoje o STJD esclareceu a dúvida dos torcedores que sempre ficam revoltados quando seu time recebe uma punição e não sabe o motivo. Dessa vez foi o Corinthians, que foi punido pelo fato dos torcedores do Palmeiras que é seu time rival, quebrarem suas cadeiras. O motivo da punição foi devido ao Corinthians não ter evitado o vandalismo.

O presidente do STJD justificou o caso e garantiu que o setor está sem demanda no futebol e por isso alguém tem que ser punido. O método foi adotado após um brainstorm com guardas de trânsito que todo dia são obrigados a multar uma quantidade de carros para obter sua meta diária.

O STJD disse que não vai parar por aí. Caso o Fluminense não entre com recursos, algumas punições já estão prontas. O próximo alvo é o Internacional que honrou o seu nome e desprezou a Copa do Brasil perdendo pro Internacional. Um que também está na mira é o Grêmio que contratou o ex presidente da seleção. Presidentes dos clubes brasileiros já cogitam criar um setor que realize punições ao STJD quando ele não tiver nada para dazer.