Após saída de mais dois dirigentes, violinistas são chamados no Cruzeiro para tocar enquanto o clube afunda

Cadeira Gamer Xperience Comfy

O Cruzeiro já está sendo chamado de Titanic mineiro entre os próprios funcionários do clube. Na manhã desta quinta-feira, mais dois dirigentes recém chegados acabaram deixando seus cargos. Foram eles, Pedro Lourenço e Alexandre Mattos. O fato aumentou a crise no cabuloso que agiu rapidamente para o momento.

Violinistas covers do Titanic foram chamados no Cruzeiro para tocar enquanto o clube afunda. Segundo a diretoria que ainda sobrou, é uma ótima forma de ilustrar o que acontece no clube mineiro atualmente.

Quem tá dando risada são os times da segundona que já consideram o Cruzeiro como “6 pontos garantidos”. Já o maior rival Atlético-MG não consegue nem ri da situação, pela distância que se encontra.